ACESSÓRIOS E BANHEIRAS PARA PESSOAS COM MOBILIDADE REDUZIDA

Como é bom tomar um banho de imersão perfumado e quentinho, numa banheira preparada para nós… Mas quem disse que pessoas com deficiência física conseguem entrar em banheiras? Bem, talvez não consigam entrar nos modelos que conhecemos. Mas você sabia que existem banheiras acessíveis no mercado mundial? Conheça esses modelos aqui, apresentados por uma designer!

Principalmente no mercado europeu, há diversos modelos de banheiras que podem atender ao público com diferentes capacidades.

Em 2016, Karin Gracieli, uma brasileira que estava estudando design na Yeungnam University, na Coreia do Sul, entrou em contato comigo pedindo auxílio em sua pesquisa sobre design inclusivo para o projeto de uma banheira acessível.

Segundo ela me explicou na época, apesar de existirem no mercado opções de banheiras e acessórios que facilitam o uso, elas não apresentam um design competitivo, que poderia ser adotado em hotéis, spas ou residências e que pessoas com diferentes capacidades poderiam utilizar, evitando a necessidade de adaptações.

Após ter respondido aos questionários que ela enviou e avaliado o design e a usabilidade das banheiras disponíveis no mercado europeu, achei o trabalho tão interessante que perguntei se ela poderia escrever um post para o Cadeira Voadora, mostrando ao leitor possibilidades que, com certeza, a maioria nunca imaginou.

A pesquisa dela havia aberto minha percepção, e aprendi muito. Eu não sabia que existiam tantos tipos de banheira acessível no mercado mundial, só conhecia a da Astra. E acabei concluindo que um mundo melhor é possível, pelo menos dentro do banheiro…

Karin aceitou meu convite. Após ter concluído a tese e apresentado seu próprio design de banheira acessível, eis aqui a contribuição que nos oferece. Obrigada demais, Karin, pela colaboração!

Acessórios e banheiras para pessoas com mobilidade reduzida

Por Karin Gracieli*

Para a grande maioria das pessoas, a hora do banho é um momento para relaxar e apreciar a sensação de limpeza e bem-estar. Porém, este é um sentimento que nem todos podem compartilhar. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) “mais de um milhão de pessoas vivem com alguma forma de deficiência”, e esse número tende a crescer devido às mudanças demográficas, pois a população está ficando cada vez mais idosa.

O banho é fundamental em nosso dia a dia; é um hábito que ajuda a manter a saúde de nossa pele, pode ser usado para fins terapêuticos e ainda tem influência em nossa vida social. Porém, a combinação de superfícies lisas e água faz com que o banheiro se torne um local onde acidentes, como escorregões, quedas e até mesmo queimaduras ou afogamentos em banheiras, podem acontecer facilmente.

Com os avanços tecnológicos e mudanças na forma de pensar da sociedade, onde as pessoas têm maior acesso a informação e estão alertas sobre seus direitos, movimentos que promovem a inclusão e integração se tornam mais fortes e assim tendências com designs que centram mais no usuário e tentam trazer melhores soluções começam a surgir (RE-BATH, 2015).

Abaixo são listados alguns exemplos de produtos existentes atualmente (muitos deles, opções encontradas no mercado europeu), os quais podem auxiliar no uso da banheira para usuários com mobilidade reduzida.

Modelos de banheiras

Bellavita – Absolute Mobility | Uma cadeira de banho leve e com controle à prova de água, o qual abaixa e eleva o usuário na banheira, e também reclina o encosto até 50 graus.

 

Molly Bather – Absolute Mobility | Acessório que permite a utilização de todo o comprimento, largura e profundidade da banheira, fornecendo o suporte para o usuário entrar e sair.     

 

Bath Buddy Inflatable | É um assento inflável para abaixar e elevar o usuário.

 

Corner Whirlpool shower – Teuco | As funções de banheira e chuveiro são agrupadas. A porta pode ser aberta para dentro, facilitando assim entrada e saída. Para o uso é necessário que o usuário entre e aguarde até que a banheira esteja cheia para iniciar seu banho, e depois é preciso esvaziar a banheira para poder sair.

 

Speciale Bathtub – Astra | A porta pode ser aberta para dentro, facilitando assim entrada e saída. Para o uso é necessário que o usuário entre e aguarde até que a banheira esteja cheia para iniciar seu banho, e depois é preciso esvaziar a banheira para poder sair.

 

Walk-in Bathtub by Kohler | A parede lateral é leve e pode ser facilmente levantada. Possui jatos de ar. Para o uso é necessário que o usuário entre e aguarde até que a banheira esteja cheia para iniciar seu banho, e depois é preciso esvaziar a banheira para poder sair.

 

Baths with whole side entry | O painel lateral abre-se para se tornar um lugar de suporte, permitindo o acesso para cadeirantes e não cadeirantes. Para o uso é necessário que o usuário entre e aguarde até que a banheira esteja cheia para iniciar seu banho, e depois é preciso esvaziar a banheira para poder sair.

 

Luxor – Absoluty Mobility | Com uma cinta de segurança que pode abaixar e elevar o usuário. Quando usando a porta, é necessário que o usuário entre e aguarde até que a banheira esteja cheia para iniciar seu banho, e depois é preciso esvaziar a banheira para poder sair.

 

Parker Bath – Arjo Huntleigh Uma vez que o usuário está sentado dentro da banheira, a parte superior pode ser levantada, abaixada ou inclinada. Fácil operação e sistema de desinfecção integrado.

Design inclusivo

Esses produtos mostram de forma positiva a iniciativa de empresas para facilitar a vida de muitas pessoas. Apesar de haver, entre os exemplos mostrados acima, opções que possam atender o público em geral (como a Corner Whirlpool, que além de facilitar o uso para pessoas que tenham dificuldade de caminhar apresenta um design agradável), a maioria dos produtos especializados excluem o mercado principal, o que dificulta o acesso e aumenta seu custo.

Porém, há a possibilidade de facilitar o acesso a esses produtos através do design inclusivo. Nesse tipo específico de design, grupos que muitas vezes ficam de fora do mercado principal são utilizados como fonte de inspiração para desenvolver produtos os quais podem facilitar o dia a dia de qualquer pessoa, independente da condição física. O British Standards Institute define o design inclusivo como uma ferramenta a qual traz designs que são pensados para o mercado principal, mas que são accessíveis ou usáveis por tantas pessoas quanto possível, sem a necessidade de adaptação ou design especializado (citado em Design Toolkit, n.d.).

Com uma sociedade que está ficando cada vez mais idosa e consumidores que estão ficando cada vez mais exigentes, será necessário mudar o foco do design, que hoje em dia ainda é centrado em jovens com todas as capacidades físicas, e procurar soluções que são mais abrangentes, possibilitando assim uma sociedade igualitária, que valoriza cada indivíduo.

Post retirado do blog do meu amigo: http://ht.ly/sF4d50bxdEz

Ver mais posts sobre: Melhoria de vida, Qualidade de vida, Vida Tags: , , ,

Ricardo

Falar sobre si não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Acho que por isso mesmo adiei tanto a atualização dessa página! Mas vamos tentar né?

Você já teve a chance de conviver com um capricorniano? Pois é, aquele jeito louco, sonhador, aventureiro, e nem sempre com os dois pés no chão… Esse sou EU! Ricardo Tostes Pinto Perdigão, ou pra vocês, apenas Ricardo Tostes.


Deixe uma resposta