Participante do ‘The Wall’ inspira ao falar sobre acidente que o deixou paraplégico Diego Coelho descreve como 'a melhor coisa que já aconteceu' com ele, pois foi ali que começou a história de amor com sua esposa, Suzy

Tem histórias que a gente conta no The Wall que valem mais do que qualquer valor que a parede dê para os nossos participantes. E foi assim neste sábado, 2/3, quando Luciano Huck começou a bater um papo com Diego Coelho, o desafiante que ficou no palco durante o jogo. Seu parceiro de crossfit Lucas foi para o isolamento.

Tudo começou quando Diego contou uma curiosidade para o nosso apresentador:

“Meu aniversário de cadeira de rodas é no mesmo dia do nosso aniversário de namoro”, disse referindo-se à esposa Suzy, que estava na plateia.

Huck então perguntou: “anos depois ou no mesmo dia?”.

“No mesmo dia”, respondeu Diego.

A história começa na China, quando Diego e Suzy se conheceram.

Depois de um tempo namorando à distância (ele morava em São Paulo e ela em Brasília), ela veio visitá-lo em 2011:

“Ela decidiu vir para São Paulo. Eu pedi a Suzy em namoro na madrugada do dia 29 para o dia 30/10. Ela aceitou namorar comigo. No dia seguinte, a gente foi para um almoço de aniversário da minha avó, eu fui fechado por um motoqueiro e bati a 40 km/h.”

Quando acordou no hospital, ainda com as pernas funcionando, Diego falou com a Suzy por telefone. Ela estava voltando para Brasília no dia seguinte pela manhã. E aí ele começou a passar mal.

“Entrei em coma com 600 ml de sangue no pulmão esquerdo e 200 ml no direito. Precisava fazer uma cirurgia e estava morrendo afogado com meu sangue. Eu precisava colocar uma prótese cardíaca com 10% de chance de sobreviver”, explicou Diego, com a voz embargada pela emoção.

Quando ele acordou é que ele teve a melhor surpresa da sua vida:

“Fiz a cirurgia, sobrevivi, fiquei 10 dias em coma. Acordei e a Suzy estava lá. O acidente é uma das melhores coisas que aconteceu na minha vida porque eu conheci essa mulher maravilhosa. Ela salvou minha vida várias vezes.”

Luciano Huck ficou impressionado com a história do Diego:

“Quem está ganhando hoje sou eu, é quem está aqui, quem está nos assistindo… O amor supera qualquer dificuldade e vocês são a prova disso. Parabéns de coração. Você é um gigante.”

E o resultado do jogo?

A parede dá… Mas a parede também tira. As bolas verdes acabaram caindo em valores pequenos, as bolas vermelhas em valores grandes, e Diego e Lucas saíram zerados da disputa do The Wall.

No entanto, para divulgar a incrível história de superação do Diego, o Caldeirão contratou a primeira palestra do participante.

Se você quiser seguir o Diego em seu perfil de rede social para saber mais da vida dele, pode entrar no @coelhod.

FONTE: Gshow
Ver mais posts sobre: Historia, Inspiração Tags: , , ,

Ricardo
Falar sobre si não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Acho que por isso mesmo adiei tanto a atualização dessa página! Mas vamos tentar né? Você já teve a chance de conviver com um capricorniano? Pois é, aquele jeito louco, sonhador, aventureiro, e nem sempre com os dois pés no chão… Esse sou EU! Ricardo Tostes Pinto Perdigão, ou pra vocês, apenas Ricardo Tostes.

Deixe uma resposta