A História de Brooke Ellison: Uma mãe, uma filha, uma viagem!

Nascida em Long Island, Nova York, Brooke Mackenzie Ellison foi atropelada por um carro em seu primeiro dia da sétima série, paralisando-a do pescoço para baixo. Embora dada pouca chance de sobrevivência, através de uma combinação de pura vontade e apoio da família, ela já conquistou uma vida inspiradora para si mesma.

Depois de marcar 1510 pontos de um 1600 disponíveis no College Board, exame que mede a habilidade de um estudante, Ellison foi aceita na Universidade de Harvard. Com a ajuda incansável de sua mãe, Jean Marie, que vivia com ela na Universidade de Harvard, Brooke foi graduada com grandes honras (gratuated magna cum laude) em 2000. Sua tese de 90 páginas, que terminou usando um computador ativado por voz, foi intitulada “A esperança flutua? O Estudo da presença de esperança na resiliência”.

Realizações de inspiração

Após a formatura, Ellison voltou para Stony Brook, Nova York, para ficar com sua família. Como a notícia de sua realização se espalhou, ela começou a viajar o país como um palestrante motivacional e fazendo aparições na televisão. Em 2002, ela e sua mãe publicou sua autobiografia, Milagres Acontecem: uma mãe, uma filha, uma viagem.

Ellison é o tema de um filme para A & E, The Brooke Ellison History, dirigido por Christopher Reeve , que também é um tetraplégico. Ellison é também membro do conselho de diretores da Organização Nacional sobre Deficiência, e tem planos para continuar a sua educação no programa de mestrado em políticas públicas na Harvard Kennedy School of Government.

Veja nos vídeos abaixo, primeiro um trailer do filme The Brooke Ellison History, e mais abaixo uma amostra do cotidiano de Brooke Elison, contada por ela mesma.

 

Ver mais posts sobre: Dicas de filmes Tags: , ,

Ricardo
Falar sobre si não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Acho que por isso mesmo adiei tanto a atualização dessa página! Mas vamos tentar né? Você já teve a chance de conviver com um capricorniano? Pois é, aquele jeito louco, sonhador, aventureiro, e nem sempre com os dois pés no chão… Esse sou EU! Ricardo Tostes Pinto Perdigão, ou pra vocês, apenas Ricardo Tostes.

Deixe uma resposta