Coisas que todo cadeirante precisa observar no imóvel antes de comprá-lo Algumas adaptações na casa onde moram pessoas com mobilidade reduzida são costumeiramente necessárias para tornar a vida da pessoa mais fácil e acessível.

O espaço tem que respirar a personalidade e as condições da pessoa, a fim de tornar o ambiente o mais “caseiro” possível, afinal, o que seria o nosso Lar doce Lar, se não isso, certo? Algumas medidas devem ser tomadas para que a pessoa com limitações de locomoção tenha a melhor experiência possível.

Nesse artigo veremos os pontos que devem ser observados, assim como, priorizados na hora de comprar apartamento novo ou alugá-lo, desde pontos que visam evitar problemas futuros, ou mesmo para promover a qualidade de vida.

5 pontos que precisam pré-existir ou ser adaptados antes de comprar apartamento

Separamos um rol de questões que, inclusive, estão dispostos na NBR 9050, da Associação Brasileira de Normas Técnicas, e falam sobre as adaptações da edificação e dos espaços e equipamentos urbanos:

Portas mais largas

As portas para cadeirantes precisam ser mais largas que o normal, com cerca de 90 cm no mínimo, e com a janela tendo um peitoril mais baixo (70 cm de altura seria o ideal no caso), isso torna o apartamento muito mais agradável ao uso do cadeirante, outro ponto a respeito das portas é que elas precisam ser de correr, já que elas sempre ficam rentes e não ocupam um espaço desnecessário na quina do quarto, melhorando o trânsito e a independência do morador;

Banheiros acessíveis são necessários

Os banheiros precisam ser completamente adaptados, com piso antiderrapante, barras de apoio, dimensões e resistência sempre seguindo a Norma 9050 da ABNT. O vaso sanitário também deve ser específico, para a limitação específica da pessoa. Lembre sempre de ver o chuveiro, as torneiras, pias e afins!

Cozinha com circulação segura.

Cozinhas são os melhores lugares, e para que seja o melhor lugar para alguém com limitações de movimentação, uma grande atenção deve ser dada às bancadas instaladas, além dos fogões cooktops, que precisam estar ao alcance das mãos do morador, além de todas as portas do armário;

Mobília, maçanetas e puxadores ao alcance

De modo geral, não precisamos dizer que as coisas precisam estar sempre acessíveis, mas ao comprar apartamento, o morador com limitações de mobilidade preciosa estar atento aos cantos de móveis, que preferencialmente devem ser arredondados para evitar ferimentos, assim como as maçanetas devem ser especiais, para facilitar a manipulação;

A varanda é um local de diversão segura

Sendo um local importante do imóvel, a varanda precisa ser envidraçada em nome da segurança. As sacadas abertas costumam provocar acidentes, e isso não diz respeito apenas aos cidadãos com deficiência.

Atenção aos serviços também!

Numa residência, a construção de rampas nem sempre é algo viável, muito por conta do espaço disponível para tal. Quanto maior for o desnível, mais longa deve ser a rampa, por isso, alguns apartamentos têm, frequentemente, em sua região comum, uma deficiência em promover acessibilidade.

Portanto, sempre preste atenção nas plataformas elevatórias, elevadores residenciais, assim como os corredores, se são largos o suficiente para que você se locomova sem se chocar com as paredes.

Preste atenção também nas tomadas e interruptores, não só nas áreas externas, mas na sua casa também, já que isso lhe salva um dinheiro extra de adaptação depois de comprar seu apartamento.

Cuidado com decisões precipitadas

Se você conseguir esperar mais um pouquinho, opte por fazê-lo até encontrar o apartamento que melhor sirva para você, sem correr riscos de fazer grandes adaptações, ou mesmo, de comprar apartamento que possui detalhes que poderiam ser melhores, à exemplo de ser no térreo ou num andar baixo.

Tudo que favoreça a acessibilidade deve ser posto na balança com um peso muito maior em relação aos demais. Então, achamos que uma sexta dica muito necessária é ter paciência e parcimônia em sua decisão. Depois, é só curtir a casa nova!

Ver mais posts sobre: Colaboradores, Dicas Tags: , , , ,

Ricardo
Falar sobre si não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Acho que por isso mesmo adiei tanto a atualização dessa página! Mas vamos tentar né? Você já teve a chance de conviver com um capricorniano? Pois é, aquele jeito louco, sonhador, aventureiro, e nem sempre com os dois pés no chão… Esse sou EU! Ricardo Tostes Pinto Perdigão, ou pra vocês, apenas Ricardo Tostes.

Deixe uma resposta