A IMPORTÂNCIA DA VACINA CONTRA A GRIPE

Gripe é o nome dado a uma doença altamente contagiosa, provocada por um vírus capaz de sofrer mutações com bastante frequência: o influenciavirus, ou somente influenza.

Seus sintomas são bem parecidos com os do resfriado e da rinite alérgica. No entanto, são mais severos, impossibilitando a pessoa acometida de exercer suas atividades diárias, normalmente.

Apesar de não ser uma doença grave, e raramente provocar sintomas por mais de duas semanas; a gripe é responsável pela morte de milhares de pessoas, todos os anos, em razão da baixa imunidade, e/ou em decorrência do surgimento de outras doenças, como pneumonias. Além disso, surtos epidêmicos e endêmicos provocados por novas linhagens do vírus também são capazes de causar um número significativo de mortes.

Considerando esses fatores, em 1999, Ano Internacional do Idoso, a vacina contra a gripe passou a ser distribuída, gratuitamente, a indivíduos com idade acima de 60 anos, indígenas e portadores de doenças crônicas; anualmente. Além deles, gestantes, crianças entre seis meses e dois anos de idade, e profissionais da saúde; passaram também a integrar esse grupo, a partir da campanha de 2011.

Vale lembrar que a vacina gratuita é destinada somente a alguns funcionários da área de saúde: os que trabalham em prontos-socorros, UTIs, hospitais, vigilância epidemiológica, e de atenção básica – inclusive funcionários da limpeza, recepcionistas, motoristas, maqueiros, etc. Outra informação adicional é sobre a vacinação das crianças, que deverão recebê-la fracionada em duas meias doses, com intervalo de trinta dias entre elas.

Pessoas que não se encaixam nas categorias listadas acima também podem se vacinar, mas para isso devem pagar pela vacina, obtida nas redes particulares de saúde – já que não pertencem ao grupo mais suscetível a desenvolver complicações dessa doença. No entanto, vale lembrar que medidas básicas, como sempre lavar as mãos, evitar aglomerações, não compartilhar alimentos ou objetos de uso pessoais com pessoas que apresentem sintomas da gripe; são altamente eficazes.

É importante ressaltar que a vacina contra a gripe é contraindicada em caso de pessoas com alergia severa à clara de ovo ou ao antigo Merthiolate, e àquelas que apresentaram reações significativas em vacinações anteriores. Além disso, recomenda-se que indivíduos febris aguardem até saírem desse quadro para, então, se vacinarem.

As medidas gerais de prevenção das gripes e constipações, largamente difundidas pelo Ministério da Saúde e pela Direção-Geral da Saúde, são as seguintes:

  • Evitar o contato muito próximo com pessoas que apresentem sintomas de gripe ou sintomas de constipação;
  • Lavar frequentemente as mãos com água e sabão, sabonete líquido, ou uma solução de base alcoólica – sobretudo, antes durante e depois de cozinhar; imediatamente após utilizar a casa de banho; logo depois de se assoar, tossir ou espirrar; quando em contacto com alguém doente; após manusear objetos partilhados por várias pessoas, por exemplo, nos transportes públicos. É particularmente importante evitar tocar nos olhos, no nariz e na boca sem ter as mãos lavadas;
  • Ao tossir ou espirrar, deve proteger a boca e o nariz com um lenço de papel ou com o braço. Tente nunca utilizar as mãos. Os lenços de papel devem ser usados uma única vez e, em seguida, colocados imediatamente no lixo;
  • Limpar com maior assiduidade, com os comuns produtos de limpeza, quaisquer objetos sujeitos ao manuseamento muito frequente de várias pessoas – por exemplo, maçanetas das portas, puxadores de gavetas e armários, corrimões de escadas, telefones, teclado e rato dos computadores, etc.;
  • Arejar frequentemente os espaços fechados, seja a sua casa, o local de trabalho, a escola ou o infantário.
Ver mais posts sobre: Curiosidades, Dicas Tags: , , ,

Ricardo
Falar sobre si não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Acho que por isso mesmo adiei tanto a atualização dessa página! Mas vamos tentar né? Você já teve a chance de conviver com um capricorniano? Pois é, aquele jeito louco, sonhador, aventureiro, e nem sempre com os dois pés no chão… Esse sou EU! Ricardo Tostes Pinto Perdigão, ou pra vocês, apenas Ricardo Tostes.

Deixe uma resposta