PAUSA!!!!

Nos últimos meses tenho feito movimentos de onda. Indo e voltando. Me afastando de umas coisas e me aproximando de outras. Avaliando. Acho normal e saudável.

Hoje entrei no blog e decidi escrever esse texto.

De tempos em tempos eu renovo meu fôlego e meus votos com a vida. Parece coisa de livro de auto-ajuda, mas, confesso, não ligo. Eu sempre tenho uma versão melhor de mim mesmo esperando quando me entrego ao inesperado.

A distrofia em minha vida é aquela coisa, entrou, nunca foi convidado, mas entrou dando com pé na porta. De vez em quando eu preciso avaliar o tamanho dela na minha cabeça. Às vezes ela mente pra mim, por um dia. Passo a acreditar que não posso, pra em seguida ter certeza que posso mais. Colocar a deficiência no lugar dele leva tempo e exige auto-conhecimento. É um processo. Por que ela não foi planejado.

Chegamos em um ponto da nossa jornada em que tudo está muito diferente; não sei dar explicação. É sempre assim esse percurso. É ir abrindo a próxima surpresinha e esperar que não venha brinquedo repetido!  De qualquer forma, as coisas caminham, não estão estáticas. Quando penso que estou muito cansado vem um ventinho novo e me pego estudando mais uma estratégia pra chegar no oásis.

Sim, estou bem. Estou feliz fazendo coisas que planejei para este ano que está quase já está na metade! Em dezembro não inventarei desculpas. Eu continuei remando. E tem um plus…ainda remei em águas inéditas e isso tem sido bom!

É tão importante enxergar a pessoa que se descortina nesse menino! Ele está aqui conosco, mais que nunca. Diz tanto de si mesmo. Como se tivesse 30 anos, depois como se tivesse quatro. Mas já são quase 22 anos de vida da Passarinho!

Faz parte dos meus planos elaborar uma forma melhor de dividir minhas experiências e sensações. Mas as pausas são pra pegar fôlego, só isso. Agradeço a todos que visitam aqui. Um abraço.

Ver mais posts sobre: Vida Tags: , , ,

Ricardo
Falar sobre si não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Acho que por isso mesmo adiei tanto a atualização dessa página! Mas vamos tentar né? Você já teve a chance de conviver com um capricorniano? Pois é, aquele jeito louco, sonhador, aventureiro, e nem sempre com os dois pés no chão… Esse sou EU! Ricardo Tostes Pinto Perdigão, ou pra vocês, apenas Ricardo Tostes.

Deixe uma resposta