Pessoas com deficiência terão direito de comprar fraldas geriátricas com até 90% de desconto

Uma portaria do Ministério da Saúde, publicada hoje no Diário Oficial da União, amplia o direito de retirada de fralda geriátrica pelo programa Farmácia Popular.

Conforme informações da Agência Brasil, o benefício era exclusivo para pessoas com mais de 60 anos até hoje, data da publicação da portaria. Agora, foi estendido para pessoas com deficiência, independentemente da idade.

Para conseguir o desconto na hora da compra, os responsáveis legais das pessoas com deficiência devem apresentar prescrição e laudo ou atestado médico que indique a necessidade do uso da fralda. No documento, deve constar a respectiva Classificação Internacional de Doenças (CID). Além disso, é necessário apresentar a declaração de responsável legal.

O Diário conversou com gerentes de três redes de farmácias de Santa Maria que são conveniadas ao programa Farmácia Popular. Nenhum deles tinha conhecimento da portaria até a tarde de ontem.

Os gerentes explicaram que essas portarias são normalmente informadas pelo governo por meio de comunicados. Para fazer a efetivação da compra pelo paciente, é necessário que o sistema automatizado do DataSus autorize a transação.

As fraldas distribuídas pelo programa não são gratuitas, mas têm descontos dependendo do tipo.

Ver mais posts sobre: Direitos Tags: , , , ,

Ricardo
Falar sobre si não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Acho que por isso mesmo adiei tanto a atualização dessa página! Mas vamos tentar né? Você já teve a chance de conviver com um capricorniano? Pois é, aquele jeito louco, sonhador, aventureiro, e nem sempre com os dois pés no chão… Esse sou EU! Ricardo Tostes Pinto Perdigão, ou pra vocês, apenas Ricardo Tostes.

Deixe uma resposta