Fisioterapia Respiratória nas Distrofias Musculares

Fisioterapia Respiratória nas Distrofias Musculares

As distrofias musculares são um grupo de doenças genéticas caracterizadas por fraqueza e perda de massa muscular de forma progressiva, identificados por alterações celulares diagnosticadas pela eletromiografia e/ou biópsia muscular. De cada 2.000 nascidos vivos, um é portador de algum tipo de distrofia muscular.

Após diagnóstico, a distrofia muscular deve ser acompanhada por uma equipe multidisciplinar, atuando interdisciplinarmente e formada principalmente por médico, enfermeiro, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, enfermeiro e nutricionista.

Em razão da fraqueza muscular progressiva e do comprometimento dos movimentos articulares, a resistência respiratória e a mobilidade tornam-se limitadas, podendo ocorrer encurtamentos e contraturas musculares, necessitando por vezes de cadeira de rodas, órteses para auxiliar a andar, se movimentar e até para respirar mais facilmente.

As contraturas musculares comprometem a contração muscular, o movimento das pernas e braços, podendo desempenhar um papel no desenvolvimento de alterações na coluna vertebral, como a escoliose, além de interferir na função respiratória normal.

Importância da Fisioterapia Respiratória

Considerada uma especialidade da fisioterapia, a fisioterapia respiratória na distrofia muscular tem como finalidade diagnosticar, prevenir e tratar complicações respiratórias acometidas pela fraqueza muscular respiratória, que leva redução da capacidade respiratória, diminuição dos volumes e capacidades pulmonares, risco indesejável para pneumonia e internação hospitalar.

Através do tratamento e orientações diárias para os pacientes e familiares, a fisioterapia respiratória tem como objetivo manter o pulmão expandido e ventilado, minimizando o dano muscular respiratório e reduzindo os riscos de complicações respiratórias e internação hospitalar.

Avaliação e Diagnóstico Fisioterapêutico Respiratório

Acompanhamento periódico da queixa de dificuldade de respirar, bem como da redução da força muscular respiratória, da capacidade vital pulmonar e saturação arterial de oxigênio, são medidas simples e fáceis de realizar para acompanhamento e vigilância respiratória.

Orientação e Tratamento

Com a diminuição da força da musculatura respiratória, a fisioterapia respiratória visa o fortalecimento desses músculos como forma de prevenção e tratamento, tendo sempre cautela para não fadigar essa musculatura envolvida.

As condutas de fisioterapia respiratória consistem de ações preventivas e terapêuticas. A preventiva tem o objetivo de manter o movimento normal da respiração e da caixa torácica, evitando atelectasias e prejuízos na oxigenação, através de exercícios respiratórios ativos e assistidos com AMBU e BiPAP e, quando na presença de atelectasias (colapsos) pulmonares e excesso de secreções pulmonares, a terapia de higiene brônquica favorece a remoção das secreções pulmonares através de hiperinsuflação com AMBU, drenagem postural, oscilação oral de alta frequência (Shaker), técnicas de tosse manual e mecânica (cough assist).

A utilização pelos fisioterapeutas especialistas dos recursos necessários, bem como o orientações gerais aos familiares e treinamento aos cuidadores para realização de procedimentos de menor complexidade, como aplicação do AMBU, colocação e retirada da mascara de BiPAP e aspiração de secreção brônquica, pode ser de grande utilidade em momentos de urgência respiratória.

A fisioterapia respiratória, por meio de suas técnicas específicas, tem papel essencial na recuperação, melhora da qualidade de vida e no aumento da longevidade de pacientes com distrofia muscular, por evitar e tratar precocemente possíveis complicações respiratórias que podem surgir.

Por: Prof. Leandro Azeredo – Fisioterapeuta

Ver mais posts sobre: Qualidade de vida Tags: , ,

Ricardo
Falar sobre si não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Acho que por isso mesmo adiei tanto a atualização dessa página! Mas vamos tentar né? Você já teve a chance de conviver com um capricorniano? Pois é, aquele jeito louco, sonhador, aventureiro, e nem sempre com os dois pés no chão… Esse sou EU! Ricardo Tostes Pinto Perdigão, ou pra vocês, apenas Ricardo Tostes.

2 comentários para “Fisioterapia Respiratória nas Distrofias Musculares

  1. Leandro Azeredo disse: 08/03/2017

    Caro Ricardo Tostes, parabéns pelo trabalho realizado em seu importante e informativo blog Life sobre rodas. Muito bom mesmo!

  2. Elva disse: 14/03/2017

    Adorei o assunto, bom o assunto. Escuta, você já viu esse colchão novo o tal do colchão da kenko patto pra me dizer se é terapêutico mesmo? tinha um quadro do programa gnt que disseram que melhora a rinite. Kenko Patto http://kenkotop.com.br Alguém aqui conhece?

Deixe uma resposta